POBRES DE NÓS ……. um artigo de Vasco Pulido Valente no Público de 20.09.2015

COMENTÁRIO: Mas em que grande molho de bróculos se transformaram estas eleições legislativas. Há uma profusão de presságios agoirentos e os eleitores estão a ficar (como nunca) cada vez mais confusos e indecisos. Os comentadores políticos em vez de  esclarecerem o eleitorado e ajudarem os eleitores a determinar qual a melhor opção para o país e para o povo, colocam-no em permanente estado de dúvida e de medo. Isso só poderá contribuir para uma abstenção ainda maior do que a que se tem verificado.

A abstenção de um grande número de eleitores, a falta de bom senso e a chantagem com que os partidos os ameaçam todos os dias, podem vir a ser responsáveis pela instalação de um Governo antidemocrático, uma espécie muito típica de maioria absoluta, legitimada pelo voto popular, que terá a liberdade de aplicar as medidas que quiser, por mais gravosas e prejudiciais que sejam. No meio disto tudo, seja-me consentido fazer o seguinte reparo: – Que não se esqueçam desta grande verdade: Cesteiro que faz um cesto faz um cento e a coligação governamental PSD/CDS deixou de merecer a confiança dos eleitores por incumprimento de todas as suas promessas eleitorais anteriores. Não estamos na altura de confiar em mentirosos. 

Na minha modesta opinião este artigo parece-me encomendado pelo PSD/CDS

Esta entrada foi publicada em POLÍTICA com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s