O NÓ GÓRDIO DE PORTUGAL

O NÓ GÓRDIO de Portugal

A situação política que neste momento se vive em Portugal é muito preocupante e é, sem dúvida, o resultado da forma como o eleitorado português se comportou nas últimas eleições legislativas. Se  o eleitorado tivesse concedido uma maioria absoluta ao Partido Socialista, o P.R. nunca teria tido a oportunidade de nos revelar a sua grande vinculação partidária ao PSD. Teria pura e simplesmente de dar posse ao Partido Socialista porque a Constituição a isso o obrigava. Dessa forma o Partido Socialista não teria tido necessidade  de ter feito as difíceis e arriscadas negociações que teve de fazer com o Bloco de Esquerda e o PCP. Cavaco Silva, sendo um político manhoso e comprometido com  o PSD, nunca teria tido a oportunidade de fazer o que tem feito. Daqui se conclui que foram os próprios portugueses que lhe deram a oportunidade de proceder como procedeu. Estou perfeitamente convencido que, se o Governo ficasse inteiramente nas mãos do partido socialista seria bem mais fácil governar Portugal. Cavaco agarrou-se habilmente ao argumento (algo consistente) de que a coligação do P.S. com o Bloco de Esquerda e com o Partido Comunista seria bastante arriscada e instável com base nas divergências naturais das suas doutrinas políticas. A atitude de Cavaco Silva tem alguma lógica e pode identificar-se com a sua anunciada preocupação de dar posse a um Governo responsável e estável, embora no fundo não fosse (todos o percebemos) essa a sua verdadeira razão.  Nada nos pode garantir que se o P.S. tivesse obtido a maioria absoluta não pudesse efectuar uma boa governação e não pudesse imprimir um rumo mais certo para Portugal. Conclui-se pois,  mais uma vez, que os portugueses não souberam votar e que se deixaram amedrontar pela chantagem que o PSD desenvolveu no período eleitoral, fazendo-os acreditar (devido ao descrédito actual do PS) que  ele não teria capacidade para  governar o país de forma a poder garantir a consolidação da Segurança Social e o pagamento a pensionistas e reformados. Esse escandaloso tipo de chantagem exercida pelo PSD, teve grande repercussão no sentido de voto dos eleitores, e consubstancia que as eleições foram fortemente chantageadas pelo partido no Poder, não podendo portanto revelar a verdadeira vontade dos portugueses, em  exercício livre e democratico. Digo isto com muita convicção pessoal, pois não acredito que os portugueses desejassem manter no Governo um partido que tanto os tem oprimido e feito sofrer e que já reduziu o país a um verdadeiro estado de atrofia económica.

O Pica Pau Angolano

Esta entrada foi publicada em POLÍTICA com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s