UMA EXPOSIÇÃO DE DINOSSAUROS NO ÁTRIO DO FORUM DO BARREIRO

DSCF6701

Está decorrendo no átrio do Forum do Barreiro até ao dia 10 de Abril uma exposição de Dinossauros que vale a pena ver e mostrar a todos os jovens. É uma exposição inteiramente  gratuita.  A imagem acima é do Tyrannosaurus rex o maior carnívoro de sempre. Veja tudo com muita atenção pois é um tema educativo com muito interesse.

Tyrannosaurus rex

Era um dos maiores representantes dos grandes theropodos. Este corpulento dinossauro viveu no final do Cretáceo superior. Em adulto tinha cerca de 12 a 13 m de comprimento, 4 m de altura e pesava entre 6 e 7 toneladas. Viveu há 65 a 70 milhões de anos na parte ocidental norte da  América do Norte.  Era um dinossauro carnívoro que tinha uma grande cabeça, provida de uma poderosa dentadura. O seu corpo de reptil era balanceado por uma longa e grossa cauda. Alimentava-se de outros dinossauros mais pequenos que dominava facilmente. Ele era o maior carnívoro dessa época e não tinha rivais.

DSCF6702

 

 

 

Tyrannosaurus rex

 

 

Foi um dos mais famosos dinossauros do seu tempo tendo-o sido em muitos filmes, tal como o Parque Jurássico. Contudo há ainda muitas coisas que não sabemos a respeito dele. Era o maior predador na última parte da era dos dinossauros e era um dos mais bem sucedidos do seu tempo. Roubava animais mortos que eram mortos por outros dinossauros. Embora fosse também um caçador. O Tyrannosaurus Rex teria provavelmente penas quando ainda era  bébé.

CERATOSAURUS   

O ceratossauro foi um dinossauro carnívoro e bípede que viveu no final do período Jurássico. Foi um dos maiores predadores do seu período, era parecido com o alossauro, mas menor; media de 4,5 a 6 metros de comprimento. Foi um dos maiores predadores do Jurássico. Era capaz de caçar muitos animais da sua época. Podia mesmo matar e comer os grandes saurópodes, pois era suficientemente grande para liquidar grandes animais. Foram encontrados alguns restos fossilizados desta espécie em Portugal.

DSCF6712

 

 

 

Ceratosaurus

 

 

DSCF6709

 

 

 

Ceratosaurus

 

 

 

……………………………x …………… x ……………….x …………………….

Estegossauro    (Stegosaurus armatus, do latim “lagarto telhado”)

O estegossauro foi uma espécie de dinossauro herbívoro e quadrúpede que viveu no fim do período Jurássico principalmente na América do Norte. Também foi encontrado um exemplar fossilizado em Portugal em 2006. 

Media em torno de 9 metros de comprimento, tinha 4 metros de altura e pesava em torno de 4 toneladas.

Os estegossauros possuíam enormes placas ósseas nas costas, estas eram usadas tanto para a defesa quanto para estabilizar a temperatura do corpo do dinossauro. Havia também espigões nas caudas usados apenas para a defesa. Uma característica curiosa é que há fortes  indícios de que o estegossauro possuía dois centros nervosos no seu corpo, ou seja, dois cérebros, um na cabeça e outro na região lombar.

O primeiro fóssil de estegossauro foi encontrado por Othniel Charles Marsh em 1877 no estado americano do Colorado. Desde então muitos outros fósseis deste mesmo dinossauro foram encontrados, o que leva os estudiosos a crer que havia uma grande população de estegossauros no fim do período Jurássico.

 Nome científico: Stegosaurus

DSCF6715

 

 

 

 

Estegossauro

 

 

DSCF6717

 

 

 

 

Estegossauro

 

……xxxxxx…………..xxxxxx………………xxxxxx…..

Estiracossauro

Estiracossauro foi uma espécie de dinossauro herbívoro e quadrúpede que viveu durante o período Cretáceo. Media em torno de 6 metros de comprimento e pesava cerca de 4 toneladas.  Nome científico: Styracosaurus. 

O Stiracossauro viveu na América do Norte, principalmente nas regiões que são hoje o Canadá  e os Estados Unidos.

DSCF6719

 

DSCF6720

 O Stiracossauro recebeu esse nome devido à sua estranha cabeça, que era dotada de um adorno ósseo repleto de espinhos longos, no total seis ou oito espinhos (embora tivesse bem acima de seu adorno dois espinhos reduzidos, quase imperceptíveis), sendo que havia metade dos espinhos em cada uma das laterais do adorno, e que os espinhos mais longos ficavam bem acima do adorno. Quanto ao uso dos espinhos, talvez este animal os usasse para intimidar os adversários e para se exibir em época de acasalamento, embora a função de defesa fosse mais garantida pelo gigantesco chifre nasal, um dos maiores do seu grupo. Fora isso, sua cabeça era repleta de calombos, acima dos olhos principalmente.

DSCF6706

DSCF6705

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Velociraptor era um gênero de dinossauro terópode que viveu aproximadamente a 75 a 71 milhões de anos atrás, durante a última parte do período Cretáceo.[1] Duas espécies são reconhecidas atualmente, embora outras tenham sido atribuídas no passado. A espécie-tipo é V. mongoliensis; fósseis desta espécie foram descobertos na Mongólia. A segunda espécie, V. osmolskae, foi nomeado em 2008 a partir do crânio encontrado na Mongólia Interior, ChinaMenor do que outros dromaeossaurídeos como os Deinonychus e Achillobator,

DSCF6716

.

O Velociraptor (comumente abreviado para “raptor”)  é um dos gêneros de dinossauros mais conhecidos do público em geral, devido ao seu papel de destaque na série de filmes Jurassic Park. Nos filmes foi mostrado com irregularidades anatômicas, sendo muito maior do que era na realidade e sem penas. Algumas dessas imprecisões, junto com a maior cúpula da cabeça nos filmes pode sugerir que os dinossauros nos filmes foram realmente modelados sobre o Deinonychus.[2] Velociraptor também é bem conhecido por paleontólogos, com mais de uma dúzia de esqueletos fósseis descritos, mais do que qualquer outro dromeossaurídeo. Há um espécime particularmente famoso preservado de um Velociraptor travando combate com um Protoceratops.

A EXTINÇÃO DOS DINOSSAUROS

Existem provas de que a extinção terá sido devida ao tremendo impacto de um asteróide com o nosso planeta. Esse trágico acontecimento terá produzido efeitos de tal maneira devastadores que eliminaram a maior parte das condições de vida existente em toda a Terra. No Átrio do Forum do Barreiro está exposta apenas uma meia dúzia de dinossauros, os mais conhecidos, e representativos, mas existiu uma grande diversificação de  dinossauros espalhados pela parte sólida da Terra.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esta entrada foi publicada em OS DINOSSAUROS QUE HABITARAM O NOSSO PLANETA com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s