CONHEÇA O SISTEMA ELEITORAL DOS E.U.

Compreenda o sistema eleitoral americano (E.U.)

Votos eleitorais (modelo americano)

Os cidadãos norte-americanos não elegem o presidente directamente. Em vez disso elegem representantes chamados “eleitores” que, em conjunto, formam o “colégio eleitoral”. Cada um dos 50 estados norte-americanos tem um número definido de eleitores no Colégio Eleitoral que é proporcional ao seu tamanho e composição demográfica. O número de eleitores de cada estado é igual ao número de membros do Congresso a que esse estado tem direito. Dentro do sistema existem alguns casos excepcionais como é o caso do Distrito de Columbia que representa a capital, Washington, assim como os estados do Maine e Nebraska, cujos eleitores apoiam o candidato que recolhe o maior número de votos.

 O Colégio Eleitoral tem 538 eleitores. Isto significa que 270 é o número mágico para o próximo Presidente dos Estados Unidos da América.

 O que são os estados decisivos?

São os estados que contrastam com os estados designados por “seguros”, ou seja, aqueles onde é relativamente seguro assumir que um dos lados ganha. Por exemplo, a Califórnia é um estado importante devido aos seus 55 votos eleitorais mas algo monótono pois elege Democratas desde a vitória de Bill Clinton em 1992. As sondagens sugerem que vai continuar a votar democrata. O Texas por sua vez é um reduto republicano.

 Esta ano, os os estados decisivos são a Florida, Ohio e Pensilvânia.

 Wisconsin, New Hampshire, Minnesota, Iowa, Michigan, Nevada, Colorado e Carolina do Norte são outros estados importantes que merecem atenção.A

Câmara dos Representantes e um terço do Senado

Na noite das eleições norte-americanas, os eleitores também escolhem os 435 membros da câmara baixa do Congresso assim como um terço dos elementos do Senado. O mandato de um presidente pode tornar-se difícil sem o controlo sobre o Capitólio, tal como aconteceu com Obama nos últimos anos, desde a eleição de 2014.

 Porque é que as eleições norte-americanas são sempre no mesmo dia?

As eleições presidenciais norte-americanas têm lugar na terça-feira depois da primeira segunda-feira de novembro pois trata-se de um período calmo para os agricultores, mesmo a seguir à colheita. Em 1845, o Congresso pretendia evitar o 1º de novembro (Dia de Todos os Santos, feriado católico) assim como uma segunda-feira pois muitos eleitores tinham que viajar distâncias consideráveis e ninguém queria iniciar uma viagem num domingo.

 O pica pau angolano

 

 

 

 

 

Esta entrada foi publicada em SISTEMA ELEITORAL DOS U.S.A. com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s