O JAMES WEBB, o maior telescópio fabricado até hoje.

UM PASSO GIGANTESCO DA CIÊNCIA NOS CAMPOS DA ASTRONOMIA E DA ASTROFÍSICA

 O maior e mais complexo telescópio espacial de sempre está finalmente pronto. O James Webb demorou quase 20 anos a ser construído para substituir o famoso Hubble.

Graças à intrincada rede de espelhos que integra, os cientistas poderão não só lançar outras pistas sobre a origem do universo, mas também procurar sinais de vida noutros planetas.

“Ao fim de duas décadas de inovação e trabalho árduo, este é o resultado. É um território totalmente novo. Vamos ver coisas nunca vistas. Este telescópio é muito mais poderoso do que o Hubble”, afirmava o astrofísico John C. Mather, do Observational Cosmology Laboratory.

O Webb, mais resumidamente, vai lançar-se no estudo da história do universo, aprofundando as fases que se sucederam ao Big Bang, há mais de 13 mil e 500 milhões de anos. O telescópio foi preparado para capturar a ínfima luz dos recantos do espaço e proceder a observações de galáxias e estrelas.

Misread this as “very small mirrors” and was thinking, no way, they’re huge! (by NASA</a> <a href=”https://twitter.com/NASAWebb”>NASAWebb, via TerryMWelsh</a>) <a href=”https://t.co/aoj9mNs6zr”>https://t.co/aoj9mNs6zr</a></p>&mdash; Adrian Schuurmans (OzIndie) November 5, 2016

“Gostávamos de saber como é que chegámos até aqui. Acredito que vamos fazer descobertas que nunca ninguém sonhou. Vamos à procura do que aconteceu nos primórdios do universo, antes de existirem as galáxias. Como é que nasceram os buracos negros? Ninguém sabe. Tudo o que sabemos hoje em dia surgiu sempre como uma surpresa. Por isso, estou à espera de mais surpresas sobre os planetas”, diz John C. Mather.

Este telescópio espacial é um projeto conjunto da NASA, da Agência Espacial Europeia e da Agência Espacial Canadiana. Antes de entrar em funcionamento, há ainda testes a cumprir, sobretudo relacionados com as condições físicas do lançamento para o espaço, que está previsto decorrer no final de 2018.

Partilhe esta notícia

Esta entrada foi publicada em Ciência com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s